A autobiografia da Tia Rita

Se você acha que mulher forte é aquela que invade o motel pra pegar o marido no flagra e ainda deixa 50 pilas pra pagar a conta, é porque não conhece a Tia Rita. Primeira roqueira do Brasil, fundadora dos Mutantes, Rita Lee Jones dominava as rádios nos anos 80 e 90 e ainda quebrava tudo quanto era tabu e preconceito.

A mulher enfiou o pé na jaca legal, enquanto enfiava guitarra na MPB, dava selinho na Hebe, era salva da cadeia pela Elis Regina e fazia música com Gilberto Gil em Londres. Uma vidinha besta, em que sexo, dorgas e rock & roll foi só a pontinha do iceberg.

Na autobiografia ela fez de tudo: além de escrever, claro, escolheu fotos, capa, e conta a própria história de um jeito doce e direto mesmo nas passagens mais cabeludas. É de ler sem parar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s